Quinta-feira, 28 de Abril de 2011

Para quem se vestem as mulheres?

 

 

A resposta não é fácil e tão-pouco consensual. Até porque a roupa tem significados que ultrapassam a simples ideia de estarmos ou não bem protegidos do frio ou do calor. Afinal, era isso que importava quando o ser humano, na sua mais remota existência, começou a tapar-se com peles. Desde então, o leque de opções de peças funcionais ou decorativas alargou-se. Sobretudo para as mulheres. E é aí que entra a nossa curiosidade. Então com que propósito utilizam todas estas “armas” que têm ao seu alcance? Perguntámos a algumas mulheres anónimas: Para quem se vestem? E porquê? As respostas dividiram-se.

“Faço-o para mim própria. Porque a estética me parece importante. Porque me revejo através das cores e das formas. Porque me desperta a imaginação e a criatividade. E porque me faz bem à cabeça sentir-me arranjada”, diz Maria Manuel, dona de casa.

“O que eu penso é mais importante do que o que pensam os outros. Visto-me para mim, tenho de me sentir bem comigo própria”, revela a arquivista Ana Paula.

“É claro que me visto a pensar em mim. Quando nos achamos bonitas, estamos verdadeiramente bonitas para o mundo!”, afirma a publicitária Cristina Bitton.

"Definitivamente, faço-o para o meu marido. E também para o meu filho e a minha mãe. É tão bom ver o olhar orgulhoso e satisfeito deles”, afirma a artista gráfica Ana Isabel.

A secretária Maria do Carmo comenta: “Visto-me para mim, mas também gosto que o meu marido aprecie a maneira como me apresento e se sinta bem ao meu lado.”

O que pensa quem lida directamente com as mulheres e a moda? “Elas vestem-se para as outras mulheres”, diz Helena Assédio Maltez, editora de Moda da Máxima. E o estilista Miguel Vieira concorda: “Ainda que uma mulher se vista com elegância e charme para um homem, a realidade é que elas têm uma tendência natural para observar o que vestem as outras mulheres - o estilo, o corte, a cor... Tornam-se competitivas com o objectivo de ficarem mais atraentes.” Para Helena Assédio, a roupa e o acto de se arranjar podem produzir efeitos quase terapêuticos. “A auto-estima baixa obriga a cuidar da ‘embalagem’. Quando isto acontece comigo, arranjo-me ainda com mais cuidado.”

Não é a pensar especialmente nas mulheres que a estilista Maria Gambina cria a sua moda. Quando desenha uma colecção, tem em mente sobretudo a forma, a harmonia e as histórias que quer contar. Quando cria para clientes específicas, aí sim, tem em atenção a personalidade de cada uma. “Quando vêm ter comigo para eu desenhar uma roupa, acredito que as pessoas não queiram transmitir um estado de espírito em particular. Procuram sentir-se bonitas, confortáveis e que a roupa tenha uma identidade com a marca”, diz a estilista. Como mulher, afirma que se veste para si própria. “Gosto de me sentir bem e não ser um mero cabide. Acredito que sou bastante genuína naquilo que uso.” Para Maria Gambina, “não adianta pôr uma roupa só para agradar a alguém, para parecer sexy. A sensualidade está no olhar, no gesto, na atitude. E quando se procura ser sexy sem o ser, fica-se com um ar de que alguma coisa não está a encaixar bem, fica-se com um ar banal, não natural...”

As roupas que escolhemos, a forma como nos arranjamos ou não nos arranjamos comportam uma carga ainda mais complexa de significados. “O vestuário é comunicação”, afirma Umberto Eco no artigo "O Hábito Faz o Monge", integrado no livro "Psicologia do Vestir" (editora Assírio & Alvim). “Basta fazer uma auto-análise honesta, mesmo breve, para verificarmos que, no nosso vestuário, o que serve realmente para cobrir (para proteger do calor ou do frio e para ocultar a nudez que a opinião pública considera vergonhosa) não supera os 50 por cento do conjunto”, observa Eco.

 

Fonte : MSN

publicado por NOVO BLOG acupoftea.blogs.sapo.pt às 17:28
link do post | comentar | favorito
2 comentários:
De Snowflakes a 4 de Maio de 2011 às 19:49
"As roupas que escolhemos, a forma como nos arranjamos ou não nos arranjamos comportam uma carga ainda mais complexa de significados."
Isto é mesmo verdade... Tu podes te vestir, de uma certa maneira, por causa do tempo, apenas porque gostas, para agradares alguém, para esconder um defeito, ou até para mostrares alguma qualidade... Ou dizendo melhor, alguma parte do corpo que gostes mais.
Eu acho isto interessante


De copycat a 27 de Maio de 2011 às 19:20
As mulheres vestem-se para simplesmente serem MULHERES..pois a essencia do bem estar vem muito da aparência como nos sentimos na pele exterior o interior acompanha....as mulheres vestem-se essencialmente para o MUNDO.....e para a VIDA
www.celebrityboutiqueonline.com
www.vestirfamoso.com
Porque as famosas tudo que vestem outras mulheres querem copiar???


Comentar post

Mais sobre nós

Home

Faz o teu pedido

Estilos

Especiais

Roupas

Looks

Maquilhagem

Cabelo

Rúbricas

Extras

Pesquisar no blog

 

Posts recentes

Inspira-te neste inverno ...

Outono/Inverno #1 - Dicas

Inspira-te #7

Novo Visual no Teen Fashi...

1/Novembro

arquivos

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010